Como se tornar um digital influencer de moda

mikayla-mallek-3iT3dnmblGE-unsplash.jpg

Quem acompanha desde o começo a evolução dos agora conhecidos digitais influencers não imaginaria o quanto ela seria valorizada hoje. De acordo com uma pesquisa realizada pela Nielson, nos Estados Unidos, estima-se que 66% dos consumidores confiam em opiniões divulgadas online pelos influenciadores digitais.

Hoje ser um influenciador digital é uma ótima oportunidade para de destacar e se tornar conhecido dentro do mundo digital. Geralmente ele se conecta com milhares de pessoas, fornecendo conteúdo relevante e interessante e ainda influencia sua audiência com ideias e opiniões sobre determinados produto e serviços.

Contudo, ser um influenciador vai muito além de acumular milhares de seguidores em seus perfis nas mídias sociais. É preciso ter realmente uma influência sobre sua audiência, afinal quando mais fiel ela foi a ele, maior os resultados que ele irá gerar para as marcas parceiras.

Conhecido como marketing de influência, essa estratégia segundo a SocialChorus, pode alcançar um engajamento 16 vezes maior que a publicidade tradicional. Por isso, com tamanha relevância e importância dentro do mercado, diversas marcas utilizam esses profissionais para divulga-las e assim venderem mais produtos e serviços.

Podemos encontrar esses profissionais em diversos segmentos e nichos, porém o mercado de moda é um dos mais concorridos atualmente. Então, se você sonha em se tornar um influencer do mundo da moda, selecionamos alguns passos importantes a serem seguidos. Confira!

10 passos para se tornar um influenciador de moda de sucesso

1.       Seja diferente e criativo. Desenvolva conteúdos diversificados e originais sobre moda e realmente relevantes;

2.       Dentro do nicho Moda, escolha um sub-nicho mais específico. Ama bolsas, que tal ter um canal só para falar sobre bolsas? Apaixonada por estampas, crie um perfil para falar sobre esse tema principal.

3.       Esteja presente nas mídias sociais certas (isso depende da sua audiência e do seu perfil), mas tenha obrigatoriamente um blog;

4.       Faça Stories diariamente para se conectar com seus seguidores;

5.       Crie fotos e vídeos de qualidade e que chamem a atenção das pessoas;

6.       Faça fotos mais espontâneas, só assim será possível ter um maior engajamento;

7.       Se mantenha atualizada e participe de eventos do setor;

8.       Seja proativa e interaja com seus seguidores;

9.       Mantenha uma frequência de postagens;

10.   Crie uma identidade única, original e autêntica e não tenha medo de inovar.

Gostou das dicas, mais ainda precisa de ajuda? Comente abaixo quais são suas principais dificuldades nesse mercado.

Confira 5 perfis de Digital Influencers para seguir e se inspirar

digitalinfluencer.jpg

Uma das profissões que estão ganhando destaque no mundo online é a de Digital Influencer. Esse profissional consegue ditar comportamentos e estilos para um determinado público por meio das mídias sociais.

E, justamente por isso, muitas marcas estão buscando investir nesses profissionais a fim de se destacarem e ganharem maior credibilidade.

Nesse mercado, existem dois tipos de perfis:

·         Micro-influenciadores: possuem menos de 100 mil seguidores em seus canais de comunicação;

·         Macro-influenciadores: possuem mais de 500 mil seguidores em seus canais de comunicação.

Um dos canais mais usados pelos influenciadores é o Instagram, uma vez que a rede social é perfeita para o marketing de relacionamento, devido ao alto grau de engajamento da audiência nesse rede social.

Contudo, para se tornar um influenciador de sucesso, é preciso seguir algumas dicas importantes:

·         Definir o seu nicho;

·         Compartilhar suas experiências e o seu dia a dia;

·         Construir um perfil de qualidade;

·         Ter um feed atraente e harmônico;

·         Interagir com o seu público;

·         Manter as postagens consistentes;

·         Utilizar os Stories a seu favor;

·         Trabalhar corretamente com as hashtags.

Para quem está querendo se tornar um digital influencer, separamos 5 perfis incríveis para que vocês possam seguir e se inspirar. Confira!

5 perfis incríveis de Digital Influencers

Jade Seba (@jadeseba)

Com mais de 2 milhões de seguidores, a blogueira e influencer digital Jade Seba é uma das referências para se inspirar. Com um feed harmônico e muito bonito, ela aposta em fotos diferenciadas para publicar e divulgar, misturando assuntos variados como gastronomia, moda, lifestyle, acessórios e selfies.

Com um conteúdo direcionado para beleza e moda, Jade tem parceria com marcas como Gummy, Rappi e Amend.

Nátaly Neri (@natalyneri)

Nátaly Neri é uma mulher empoderada e feminista, com 375 mil seguidores e com um perfil que aborda assuntos importantes e polêmicos, como questões raciais e de autoaceitação. Além de dar dicas sobre beleza e o cotidiano. Com um perfil todo criado em tons de verde, a jovem faz parte da nova geração de influenciadores que propagam suas opiniões em prol de melhorar o cotidiano, o meio ambiente e a convivência coletiva.

Leonardo Picon (@leopicon)

Leo Picon é um jovem extremamente visionário que começou a empreender com apenas 13 anos de idade. Seu perfil bastante harmônico deve servir de inspiração para quem está começando, por trazer temas do cotidiano e lifestyle.

Hoje Picon representa diversas marcas, como a hamburgueria Luz, Câmera, Burguer, do Galleria Bar, da marca de roupa JustApprove e da produtora Rol Filmes.

Maíra Medeiros (@mairamedeiros_)

Conhecida pelo seus cabelos coloridos e jeito extravagante, Maíra Medeiros é uma influencer que atrai para o seu perfil pessoas de todas as idades. Com conteúdos voltados para o humor, ela também aborda diversos assunto bem sérios, como autoaceitação e padrões de beleza.

Hoje Maíra possui mais de 500 mil seguidores em seu perfil do Instagram e é patrocinada pela Samsung.

Luisa Accorsi (@luisa)

Luisa iniciou no mundo digital em 2010 com a criação de um blog especializado em moda e viagens. Agora ela se tornou um influencer bastante respeitada, com mais de 600 mil seguidores.

Em seu perfil ela se destaca por sua peculiaridade na hora de escolher seus destinos finais. Além disso, Luisa faz parte da lista vip da semana de moda em diversos países e é embaixadora da marca Pandora.

Com um perfil incrível e repleto de dicas de beleza, comida e muitas receitas, com certeza vale a pena segui-la!



E você, tem alguma dica de Digital Influencer que admira? Comente abaixo.



O que é preciso para se tornar um Digital Influencer de Sucesso

oqueeprecisoparasetornarumdigitalinfluencer.jpg

Uma das formas de crescer profissionalmente no mundo atual é tornar-se um(a) digital influencer. Essa forma de se destacar no mundo dos negócios está se tornando uma carreira para muitas pessoas.

Ou seja, tornar-se um  Digital Influencer é uma ótima forma de construir uma carreira baseada em compartilhar conteúdo sobre assuntos que você ama. 

O crescimento dos chamados influencers (ou criadores de conteúdo) tem muito a ver com a era da informação na qual vivemos. São milhões de posts em blogs e milhares de horas de vídeos sendo enviados para o YouTube por dia, além dos posts no Facebook, Instagram, Stories, etc. Ao mesmo tempo, a Publicidade tradicional está cada vez mais com os dias contados.

É aí que entra o Digital Influencer.

Vamos entender um pouco mais sobre isso? O que você precisa ter para se tornar um criador de conteúdo?

  1. Criar conteúdo forte e alcançar seu público

Uma coisa é certa, você não pode querer falar com o mundo todo. É preciso ser específico. Ninguém sabe a respeito de tudo e você precisa criar um conteúdo autêntico e original.

É preciso, antes de mais nada, decidir quem é seu público. De preferência, trabalhe com algo que você domina e ama fazer. 

Existem muitos nichos que você pode trabalhar para criar um público fiel nas redes sociais, mas não se engane. É preciso dedicação e trabalho sincero! Você precisa conhecer a fundo a área que vai falar. Leia livros, reflita, experimente em sua própria vida. Se você não se inspirar, como poderá inspirar outras pessoas?

2. Crie um público nas redes sociais de maneira inteligente

Não busque apressar as coisas. Hoje em dia qualquer pessoa consegue farejar um perfil repleto de seguidores fake. Isso significa que não adianta nada uma padaria seguir de volta o seu perfil de moda fitness. 

O engajamento com outros perfis interessados no mesmo nicho é essencial e você quer que as pessoas comentem, compartilhem, conversem entre si, criando autoridade e sucesso para seu perfil. 

Mantenha sua relação com o público real e isso gerará ótimos resultados. 

3. Compartilhe seu conteúdo a vontade! 

Se sua ideia é se tornar um(a) digital influencer, não tenha medo de compartilhar seu conteúdo muitas vezes. Na verdade, é recomendado até mesmo que você utilize ferramentas de automação, capazes de trazer seu conteúdo antigo a tona. 

Um post antigo pode ser uma grande novidade para uma pessoa que acabou de conhecer os seus canais. Twite sobre o conteúdo, coloque no Pinterest, Instagram, Facebook, etc. Nunca simplesmente post o conteúdo em seu blog do Wordpress ou Medium e aguarde o público chegar. Não é assim que as coisas funcionam no mundo de hoje!

Em resumo, utilize todas as ferramentas necessárias para que seu conteúdo atinja o máximo de pessoas interessadas. Depois disso, o crescimento orgânico irá acontecer. 

Ah, e não esqueça! buscar conexões com outros Influencers é uma boa estratégia, trabalhando com divulgações bilaterais. Isso será de grande ajuda para seu negócio!

E aí! Você tem o sonho de tornar-se um(a) Digital Influencer? Comente em nosso blog e conte para nós!



 



O fim dos likes no Instagram: o que muda para sua marca

fimdoslikesinstagram.jpg

Em abril deste ano, o Instagram anunciou para informar uma mudança drástica na rede social: o fim dos likes. O que antes servia como uma métrica para medir a popularidade das postagens, agora não estaria mais visível para os usuários.

Contudo, apenas nesse último mês de Julho, o Instagram começou a fase de testes aqui no Brasil para que as curtidas deixassem de ser vistas nas publicações e, no último dia 17, uma nova atualização do app retirou esse recurso de uma vez por todas para alguns usuários da rede social.


Vale ressaltar que o Instagram não acabou com as curtidas definitivamente, a função é interativa e continuará no app. Porém, as curtidas só ficaram visíveis para o dono ou dona das publicações. E os perfis das pessoas que curtiram o post ainda poderão ser visualizados por todos.

Em um anúncio feito pelo Facebook, o principal objetivo dessa mudança é incentivar a produção de conteúdo criativo e autêntico em vez dessa disputa incessante por likes.

Mas como essa interface diferenciada vai interferir nas publicações das marcas que trabalham com esse recurso para se basear em suas estratégias de marketing digital?

Mesmo não prejudicando as marcas, a falta desse dado afetará e trará algumas mudanças importantes no comportamento dos usuários, estratégia das marcas e o trabalho dos influencers.

Agora o principal foco deve ser criar conteúdos realmente autênticos e que se destaquem dos concorrentes. Além de privilegiar ainda mais a aproximação das marcas dos seus seguidores, com o objetivo de aumentar o verdadeiro engajamento.


Claro que muitas marcas já aplicam esse tipo de estratégia, como conversar com seus seguidores e criar postagens que causem um impacto positivo em cada um deles. No entanto, a partir de agora é essencial que as empresas entendam que seu crescimento não irá se basear apenas em quantos likes seus posts terão, mas no relacionamento verdadeiro com os seus seguidores.

Agora os feedbacks virão de outras maneiras, uma vez que existem diversas métricas para mostrar o alcance, as impressões e o sentimento dos usuários em relação a sua marca. Mais do que nunca é de extrema importância focar em algo que seja relevante para o seu público-alvo.

O Instagram vai analisar ainda como essa mudança será recebida e descobrir se isso pode mudar o comportamento dos usuários. Para nós, só basta aguardar as próximas novidades!

E você, o que achou do fim dos likes no Instagram? Comente abaixo o que achou dessa mudança e o que ela impactou no seu negócio.

Digital Influencer: o que você precisa saber antes de fazer parcerias com marcas

s-a-r-a-h-s-h-a-r-p-756118-unsplash.jpg

Para quem deseja se tornar um Digital Influencer, seja por meio de um blog, um canal no Youtube ou um perfil no Instagram, é importante ter uma estratégia para aumentar sua visibilidade, seu alcance e, consequentemente, atrair boas parcerias. Entretanto, antes de pensar em atrair as marcas, é imprescindível entender algumas questões de mercado para não prejudicar sua imagem e fazer parcerias da forma certa.

Diante da queda da publicidade tradicional, cada vez mais as empresas estão em busca de novos canais e formatos para divulgar seus produtos e serviços. E os influenciadores digitais são hoje o meio mais eficiente para essa divulgação.

Por isso, para quem deseja se tornar um Digital Influencer, separamos algumas dicas incríveis para ajudar você a fazer suas primeiras parcerias da forma correta. Confira!

5 dicas para fazer suas primeiras parcerias com marcas

  1. Conheça o mercado e identifique possíveis parcerias

Para fazer uma parceria que seja realmente vantajosa para ambas as partes, é preciso em primeiro lugar conhecer o mercado. Acesse os canais dos seus possíveis parceiros e estude sobre cada um deles, descobrindo qual o seu nicho, público-alvo e seus interesses para saber se compartilham dos mesmos interesses. Vale ressaltar que o nicho pode ser diferente, mais a persona a ser atingida precisa ser a mesma. Afinal apenas desta forma, todos se beneficiarão com a parceria.

2. Faça parceria com empresas que pensam como você

Como dito anteriormente é preciso escolher parceiros que tenham uma identificação com você, pois, como Digital Influencer, sua credibilidade é seu bem mais importante. Se sua audiência achar que você está indicando algum produto que não combina com você, ela vai duvidar da sua autenticidade. E CREDIBILIDADE e AUTENTICIDADE são as características mais valiosas para um influenciador digital. Por isso, leve em consideração os valores e princípios éticos que são trabalhados pela marca e se eles estão de encontro com o que você está passando pelo seu canal.

3. Analise todos os cenários

Ao fazer uma parceria é preciso analisar o cenário como um todo, assim como os pormenores subjetivos, legais e financeiros dessa união. Faça um termo de acordo com marca, abordando as metas e os resultados esperados por meio da parceria. Coloque:

·         Obrigações de cada um;

·         Quais são as metas estipuladas;

·         Como serão tomadas as decisões futuras da parceria;

·         Como a divulgação será feita;

·         Como será a divisão dos lucros obtidos após a união;

·         Como terminar a parceria, caso os resultados sejam negativos.

Com todos os pontos acima alinhados, você e a marca podem começar a parceria sem medo ou receio que algo dê errado, uma vez que todos os pontos foram conversados e tudo está anotado e registrado.

5. Mantenha o networking

Mesmo depois de encontrar os parceiros ideais nesse primeiro momento, é sempre bom continuar fazendo o networking e mantendo sua rede de contatos atualizada e sólida para possíveis negócios.

Participe de eventos offline e construa relacionamento com outros influenciadores do seu nicho. 

6. Utilize uma comunicação eficiente

Para conseguir alcançar as marcas desejadas, você precisa mostrar para essas marcas que você existe. Indique os produtos delas e marque os perfis nos posts. Mande e-mails para os departamentos de marketing e comunicação mostrando interesse em uma parceria. Mostre para essas empresas o quanto sua audiência é relevante para elas e como seu canal pode agregar valor aos produtos e/ou serviços oferecidos pela marca.

Não tenha medo de arriscar e correr atrás dessas parcerias, só foque naquilo que deseja e mantenha seus canais de comunicação sempre atualizados com conteúdos que tenham muita relevância para seu público.

E você, tem mais dicas para parcerias com marcas? Conte para nós!

Quer aprender como se tornar um Digital Influencer? Adquira nosso ebook aqui.



5 Dicas para selecionar influenciadores digitais no Instagram

influenciadordigital.jpg

O marketing de influência é uma das ferramentas mais eficazes atualmente para divulgação de produtos e/ou serviços.

Ele se utiliza dos famosos “influenciadores digitais” para chamar a atenção dos potenciais consumidores, uma vez que essas pessoas possuem um poder de influência e uma visibilidade enorme entre os usuários das redes sociais, principalmente no Instagram.

Contudo, para selecionar um influenciador no Instagram é preciso escolher aquele que mais se encaixa com o seu segmento e sua proposta, público-alvo e que consiga gerar um apelo de compra perfeito para gerar conversão e vendas para o seu negócio.

Para ajudar você nesse trabalho, separamos algumas dicas importantes para utilizar na hora de selecionar o influenciador digital para uma parceria com sua marca. Confira!

5 dicas para escolher um influenciador digital no Instagram

  1. Saiba qual é o público-alvo do influenciador

Na hora de escolher o influenciador que representará sua marca, uma das primeiras coisas que devem ser levadas em consideração é qual o público-alvo atingido por essa pessoa.

Pesquise e estude a fundo para saber quem são os usuários impactos por esse influencer para então decidir se ele se enquadra em seu segmento. Veja se existe alguma equivalência entre ele e os potenciais clientes que deseja alcançar, para que seja possível conseguir bons resultados.

2. Veja a sua relevância e a credibilidade dentro do segmento de atuação

Entenda que um influenciador com milhares de seguidores não quer dizer que ele seja a melhor escolha para sua marca. É fundamental optar por aquela pessoa que possua alguma relevância e credibilidade dentro do seu segmento de atuação, para que a sua campanha consiga gerar o resultado desejado.

Realize uma pesquisa sobre quais segmentos e área deseja impactar e observe quais são os influenciadores digitais relevantes no Instagram no nicho pretendido. Muitas vezes, o melhor é escolher aquela pessoa que possui menor audiência mais passa credibilidade e que seja imprescindível para um determinado grupo.

3. Confira se ele produz conteúdo de qualidade

Outro ponto muito importante no momento de selecionar o influenciador no Instagram, é conferir se ele produtos conteúdos relevantes e de qualidade. Muitas dessas pessoas a conseguem ter um nível alto de seguidores, graças à produção a um bom texto, vídeo e um podscast.

Portanto, escolhe aquele influenciador que produza um material que tenha alguma identificação com o que a sua marca pretende fazer para evitar resultados negativos. Procure um equilíbrio entre esses dois lados para que sua marca seja conhecida pelos consumidores e alcance o sucesso esperado.

4. Saiba qual é o seu engajamento

Ter milhares de seguidores não quer dizer que o influenciador esteja tendo um bom engajamento. Por isso, ao escolher o influencer tenha o máximo de atenção para avaliar se as suas publicações estão gerando atenção do público e impactando a sua audiência de forma positiva.

É preciso saber qual é o seu engajamento real, saber quais são os seus hábitos de interação e compartilhamento de conteúdo, afinal se o seu desejo é ter um bom engajamento, sua marca precisa de um parceiro capaz de alcança-lo e atrai-lo para o seu negócio.

5. Não esqueça do preço

 Esse ponto também deve ser analisado com bastante calma, afinal assim como qualquer outro aspecto de sua campanha o custo dessa parceria precisa ser levado em consideração em relação ao seu orçamento.

Claro que é sempre possível entrar em um acordo e negociar o valor do parceiro, porém tenha muita atenção pois o preço vai depender dos trabalhos combinados com o influenciador digital. Tenha sempre um contrato assinado, com todas as cláusulas e serviços que deverão ser prestados para evitar possíveis dores de cabeça.

 Pronto, após analisar e colocar na balança todas essas dicas, sua marca com certeza conseguirá escolher o melhor influenciador digital para sua empresa.

Ainda precisa de ajuda? Mande um e-mail para nós: suporte@prdigital.com.br!

 

Cópia de pinterest (1).png

 

#ElaéSocial: Laís Schulz

unnamed (1).jpg

Conheça um pouco mais da fotógrafa Laís Schulz, a criadora de conteúdo que compartilha suas fotos lindíssimas no perfil @lais_schulz.

1.       Quais seus 3 perfis favoritos no Instagram e por quê?

@saramelotti_ – é uma fotógrafa super inspiradora por trás das lentes. Além de produzir fotos lindas no seu IG pessoal ela tem um projeto lindo que busca redefinir a visão que temos sobre beleza, chamado Quest for Beauty.

@hbgoodie – ela tem fotos de viagens e praia que fogem de todas aquelas fotos que já estamos acostumados a ver. Eu meio que posso sentir a alegria através das fotos dela e eu adoro esse sentimento. 

@cesinha – é um fotógrafo brasileiro com um trabalho incrível. Me surpreendo com o quanto ele é criativo e com todas as coisas que ele faz. E acho ainda mais incrível o fato de a maioria das fotos dele no feed serem de celular – o que mostra que é possível, sim, fazer fotos lindas sem ter a melhor câmera.


2.       Como você começou seu perfil e o que a motivou a começar?

Eu comecei meu perfil de forma informal e pessoal. Há cerca de um ano e meio decidi torna-lo algo mais “profissional”. O objetivo era compartilhar dicas de fotografia e viagem. Eu queria ajudar as pessoas de alguma forma, dar dicas de como fotografar melhor, como começar na fotografia, etc. Mas, ao mesmo tempo tinha muita vergonha de me expor e escrever minha opinião, então no início acabava só compartilhando fotos que tirava nos finais de semana – tentando manter um feed bonitinho. Então, depois que comecei a viajar me senti mais confiante e mais feliz com o rumo que meu IG estava tomando. Foi aí que comecei também a produzir conteúdo para meu blog com mais frequência e também para o befreela – nosso site sobre nomadismo digital.


3.       Como você construiu sua comunidade atual nas mídias sociais?

Ela começou com os conhecidos e amigos, como toda comunidade nas mídias sociais. Mas, aos poucos, principalmente depois de começar a viajar, minha comunidade foi crescendo. Além disso, eu estudei bastante cada uma das redes da qual faço parte, entendendo o que cada público gosta de consumir e adaptando o conteúdo que crio à cada plataforma. Hoje, minha comunidade é resultado de muito trabalho em várias redes – blog pessoal, befreela, LinkedIn, Pinterest e o Instagram.


4.       O que você espera para seu negócio atual?

Eu espero que, a cada dia, eu possa crescer mais e que minhas mensagens cheguem a cada vez mais pessoas. Que possa ajudar mais gente a se desenvolver de alguma forma e a buscar seus sonhos. Um dos próximos passos – que já está acontecendo – é a criação de um curso. Mas, por enquanto, além disso, tenho buscado não criar muitas expectativas e ir trabalhando no que gosto de fazer. Desta forma, aos poucos os caminhos vão se abrindo e a gente vai encontrando as respostas para tudo.


5.       Qual sua forma favorita de engajar sua audiência?

Eu adoro usar o Instagram para isso, fazer perguntas nos Stories e ler o que as pessoas que me seguem estão pensando. Gosto também de manter uma conversa com todo mundo que comenta nas minhas fotos. Eu acho tão gostoso ter essa interação e entender um pouco do que está acontecendo do outro lado. Às vezes me surpreendo com as histórias que as pessoas contam ou com a forma que elas são tocadas pelas minhas mensagens. Eu gosto tanto quando alguém me deixa uma mensagem se abrindo, sabe?! Algumas pessoas me contam as dificuldades pelas quais estão passando, ou que viraram freelancers, ou que estão indo morar em outro país. É um sinal de que você vai além de ser apenas mais uma conta no Instagram, e isso, para mim, não tem preço.


6.       Conforme sua comunidade cresceu, veio alguma dificuldade com esse crescimento? Se sim, qual/quais?

Até hoje não passei por nenhum momento de dificuldade com relação ao crescimento.


7.       Há 5 anos você esperava estar fazendo o que faz hoje? E como as mídias sociais contribuíram para seu negócio atual crescer?

Há 5 anos eu achava que ainda iria estar infeliz no meu antigo emprego... haha Eu jamais imaginei que teria mais de 23 mil pessoas me seguindo no Instagram, nem que meu blog teria 90 mil acessos por mês. Jamais pensei que esse tanto de pessoas estaria interessada no que eu tenho a dizer, nas dicas que compartilho ou no meu trabalho. Eu, inclusive, não comecei mais cedo porque pensava “Quem é que vai querer ler o que eu escrevo”? ou “Minhas fotos não são boas o suficiente”. E sobre como elas contribuíram para meu negócio atual: eu acabei pegando uma fase muito ruim do Instagram – essa mudança de algoritmo logo depois que havia começado a postar “de verdade” –, então, tive que me virar do jeito que dava. Comecei a buscar alternativas, a usar o LinkedIn e o Pinterest, e eles sim me ajudaram demais. Hoje, são eles que ajudam meu Instagram a ter mais visibilidade e a ser encontrada por marcas e parceiros.

8.       Quais são os apps que não podem faltar no seu celular?

Instagram (óbvio), VSCO (para editar as fotos para os stories) e Unfold (para criar Stories bonitinhos e clean).